Dicas para lidar com a separação

Quando uma casal termina uma relação é quase sempre uma crise difícil de gerir. Entre as experiências que podem causar mais dor aos seres humanos, está o divórcio ou a separação, que pode afetar toda uma família (pais e filhos) e causar bastante sofrimento que, às vezes, é difícil de ultrapassar.

É comum que, depois de um divórcio, as disputas sobre a custódia das crianças ou a propriedade do casal causem ainda mais sofrimento, o que torna esta situação um processo de luto complicado.

Neste artigo, encontrará conselhos precisos para enfrentar a separação.

Como lidar com uma separação?

Viver o divórcio ou um processo de separação é difícil, e muitas vezes podemos sentir que a dor é difícil de suportar. As consequências psicológicas do divórcio são muitas, na maioria dos casos: baixa autoestima, depressão e tristeza, e ansiedade ou emoções como culpa, raiva ocorrem com frequência. No entanto, nesta fase, outras consequências também surgem a nível familiar e económico que podem complicar seriamente a recuperação.

Se você estiver passando por uma separação, nas seguintes linhas, apresentamos 7 dicas que o ajudarão a lidar com a separação de forma mais adaptável.

twoway

  1. Aceite

Ninguém gosta de passar por este momento doloroso, mas há coisas na vida que não podemos mudar. Quando nos separamos do/a nossa/o companheiro/a, deixamos para trás muitas lembranças e hábitos em que compartilhamos até mesmo a nossa maior intimidade. Aceitar que nada será como antes é complicado, mas é necessário para recuperar o bem-estar.

A aceitação é o ponto de partida quando queremos superar a separação, pois, de outra forma, podemos deixar levar-nos por emoções negativas, como a raiva ou culpa. Compreenda a dor emocional que sente neste momento, reconheça que é parte da vida e que, se conseguir lidar bem com ela, pode até permitir-lhe crescer, e este é o caminho certo para superar esse momento delicado.

  1. Evite o isolamento

Nestes tempos difíceis, é normal sentir-se mal. Se amou essa pessoa, e agora está separado, é possível que se sinta em baixo e pode até mesmo chorar, às vezes. Essas emoções são normais, mas elas devem ser geridas corretamente para não cair no erro do isolamento. Ficar longe de todos é uma maneira de aproximar-se da tristeza e dos sintomas depressivos.

A expressão dos sentimentos é uma boa maneira de se livrar do fardo emocional: é o que é conhecido como catarse. Nesses momentos, é bom estar rodeado de entes queridos que nos podem dar suporte para superar a separação.

  1. Aprenda com o divórcio

Experiências desagradáveis ​​podem ajudar-nos a crescer, então, em vez de se focar apenas nos aspetos negativos, use a separação para aprender e, portanto, crescer como pessoa. Pode ser-lhe difícil conseguir ver isso, nos momentos iniciais, mas você pode emergir reforçado dessa situação, se conseguir gerir bem o processo de luto. Agora que está separado, aproveite esta oportunidade para fazer o que sempre quis. Lute pelo seu desenvolvimento pessoal.

walkingonthebeach

  1. Faça coisas que o preencham

A felicidade tem muito que ver com os momentos em que passamos fazendo atividades prazerosas, aquelas que nos fazem sentir bem. Os nossos hábitos e a nossa mentalidade positiva podem fazer-nos viver momentos enriquecedores, e permitir-nos aproveitar as oportunidades que podem surgir. Praticar deporto, por exemplo, é fundamental para reduzir o stress ou a ansiedade da separação, e ajuda a melhorar o humor e a autoestima que fica danificada após o divórcio.

  1. Não fique obcecado/a por encontrar outro/a parceiro/a

O divórcio causa grande desconforto, e alguns indivíduos sentem que têm o desejo de esquecer o anterior parceiro com outra pessoa. Embora, na verdade, seja importante recuperar o equilíbrio emocional primeiro, para depois poder tomar decisões acertadas e voltar a um relacionamento.

Quando sentimos uma grande diferença na separação, é fácil acreditar que vamos preencher a lacuna com outra pessoa. Quando percebemos que esse não é o caso, podemos sentir-nos frustrados e, consequentemente, aumentamos o nosso desconforto. É importante sentirmo-nos bem antes de começar um novo relacionamento.

  1. Faça um curso de inteligência emocional

A inteligência emocional é um dos paradigmas mais importantes da psicologia nos últimos tempos, já que os estudos científicos mostram que oferece bastantes benefícios, incluindo a melhoria do bem-estar da pessoa. A inteligência emocional é composta de cinco elementos: autoconhecimento, regulação emocional, automotivação, empatia e capacidade social. Existem muitas instituições e organizações que oferecem cursos ou oficinas para que as pessoas possam desenvolver competências emocionais.

  1. Consulte um psicólogo

Às vezes, é aconselhável ir ao psicólogo porque, especialmente em situações onde há certos conflitos (por exemplo, batalhas legais), superar o divórcio não é fácil. Os psicólogos especializados em terapia do divórcio fornecem ferramentas que lhe permitirão lidar com esta situação, de forma saudável, e assim recuperar o equilíbrio emocional, a autoestima, e gerir a culpa, o ressentimento e outras emoções negativas que não lhe permitem superar o divórcio.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s